O não habitável como poética do espaço.


ARTES VISUAIS