“Espaço-corpo, ambiente-experiência: Hélio Oiticica e Gordon Matta-Clark – genealogias do ‘contemporâneo’

Linguagens Visuais

Integrantes relacionados:
André Leal
Milton Machado

A presente dissertação aproxima a produção artística e teórica de Gordon Matta-Clark e Hélio Oiticica, principalmente da década de 1970 quando viveram na cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos. Apesar de não existirem muitos registros sobre a convivência dos dois nessa cidade eles se conheciam e suas produções apontam para temas muito próximos e fundamentais para a compreensão de questões contemporâneas das artes plásticas, da ideia de sujeito, da construção urbana e da arquitetura. A pesquisa desdobra-se nesses quatro pontos para analisar práticas atuais desses campos que também podem ser debatidas em relação à produção de Oiticica e Matta-Clark, trazendo à tona a pertinência e importância dessa produção para muitas das práticas artísticas contemporâneas. A pesquisa parte do arquivo de Hélio Oiticica organizado pelo Programa Hélio Oiticica (PHO) do Instituto Itaú Cultural e de livros e pesquisas realizadas sobre a produção dos dois artistas, relacionando-a com outras obras que tiveram importância para eles ou que informam as questões às quais suas produções apontam. O material relativo aos outros artistas e arquitetos que entram em diálogo com essa produção também foi pesquisado nos bancos de dados existentes online como o do Grupo Archigram, o dos Situacionistas, o do The Independent Group e de muitos dos escritórios de arquitetura estudados, quando disponíveis.”

Dissertação em PDF